Ninguém aceita essa vaga de emprego que oferece 88 mil reais por mês


Parece inacreditável, mas uma cidadezinha de 13.000 habitantes na Nova Zelândia não consegue ninguém para preencher um cargo com uma remuneração de 950.000 reais por ano e com três meses de férias pagas.

Quando o assunto é o emprego dos sonhos muitas pessoas dizem que aliar o gosto por uma profissão junto a prática faz com que algumas pessoas sejam mais felizes. É que muitos acabam estudando para trabalhar em algo que ama e nunca consegue uma colocação profissional, ou é o contrário, estudou a vida toda e descobriu que aquilo não era o que a pessoa pensava gostar de fazer.


Mas, quando o assunto é dinheiro, um bom salário não deixa a desejar para ninguém. Imagine então ganhar 88 mil reais por mês? Esse é o salário oferecido por um homem que está a procura de um colaborador. Além desse salário fantástico, o escolhido para a vaga fará jus a três meses de férias anuais, trabalhará em horário comercial e somente de segunda a sexta-feira e o melhor de tudo, 50% em participação do lucro da empresa.

A oferta parece tentadora, não é mesmo? E saiba que Alan Kenny está encontrando dificuldades para preencher esta vaga. O médico está há quatro meses esperando alguém aparecer na cidade de Tokoroa com apenas 13.600 habitantes. Lá pode ser pequeno, mas por ser na Oceania, a cidade fica em uma ilha no norte da Nova Zelândia.
Como o local é pequeno, quem conseguir essa vaga de emprego vai economizar muito e ainda curtir o clima tropical da ilha com praias paradisíacas. Parece o emprego dos sonhos mas, nem por isso as pessoas estão se candidatando a vaga.

Assim como na Nova Zelândia, acontece em todo o mundo o fato de que médicos preferem trabalhar em grandes centros urbanos que em localidades pequenas. No Brasil, por exemplo, os salários para estes profissionais trabalharem no interior podem chegar a 20 mil reais.

Há dois anos que a filha do médico ajuda seu pai como auxiliar em sua clínica, mas nem Sarah está aguentando o ritmo intenso dos atendimentos. É que Kenny possui mais de seis mil pacientes que são atendidos todos os meses. O médico prefere nativos da Nova Zelândia, porém, está aceitando candidaturas de todos os lugares do mundo. Para se candidatar, o médico deve falar inglês para morar na ilha paradisíaca com o emprego dos sonhos.





log in

reset password

Back to
log in